Forum de cinema fantástico.


Kekčeve ukane (1968) - Jože Gale

Compartilhe
avatar
Zé da Adega
Ultimate Zombie
Ultimate Zombie

Número de Mensagens : 568
Pontos : 1817
Data de inscrição : 26/12/2014

Kekčeve ukane (1968) - Jože Gale

Mensagem por Zé da Adega em Dom Maio 28 2017, 06:14

Xploited Forum: Hesitei um pouco antes de colocar aqui este filme. Decerto os leitores irão gostar de ver a minha montagem musical, pelo conteúdo cinematográfico bizarro, insólito e muito esquisito (mas excelente!) do modelo de cinema da "Era Comunista". Mas só porque este filme jugoslavo adapta um conto juvenil, tal não significa que o filme seja juvenil, e aqui temos algum conteúdo macabro e estranho.

Irei mais tarde analisar também este filme no meu tópico acerca dos "contos de fadas" e afins, onde esta obra terá destaque e será usada como referência.

Como já é habitual, deixo sempre a porta aberta para o moderador mover esta mensagem para "O Meu Cantinho" no off-topic (o que também serve perfeitamente para eu mais tarde comentar este filme no tópico dos "contos de fadas". Twisted Evil )




https://en.wikipedia.org/wiki/Kekec%27s_Tricks
www.imdb.com/title/tt0063177/

Desambiguação da nacionalidade política e enquadramento geográfico e histórico, para integrar a narrativa do filme

As fichas técnicas mais difíceis de criar costumam ser as do cinema jugoslavo, neste caso temos uma produção jugoslava do extinto estúdio Viba Film da actual Eslovénia, estúdio que não sobreviveu ao modelo de cinema capitalista.

De especial relevo para a história deste conto, será a geografia da Eslovénia:

A Eslovénia(...) é um pequeno país do Leste Europeu, limitado a norte pela Áustria, a leste pela Hungria, a leste e a sul pela Croácia e a oeste pela Itália e pelo mar Adriático. O país está localizado no encontro de quatro grandes regiões europeias: a região dos Alpes, a dinárica, a panónica e a mediterrânica.

Este conto situa-se nos Alpes da Europa Central.

Descrição e breve opinião/apresentação

Estamos perante uma adaptação dos contos escritos entre 1918-1924 pelo escritor esloveno Josip Vandot, acerca de um menino pastor dos Alpes. Embora a fonte literária seja literatura juvenil, estamos perante um filme de autor para adultos (e também para crianças), com cinematografia e encenação tecnicamente muito avançadas e sofisticadas, de grande valor artístico, cultural e histórico. A meu ver o enredo e argumento possuem elevado interesse para adultos, e não estamos perante um "filme infantil" no conceito ocidental de cinema.

Trailer musical criado por mim

Este foi um dos trailers que mais gostei de criar. Notas para tomarem atenção antes e enquanto o visualizam:

1) A menina está a beber vinho tinto da pipa? Não tenho a certeza, mas se estiver existem dois enquadramentos para tal:

1a) "Antigamente" (Portugal nos anos 1980) as crianças bebiam mesmo vinho tinto regularmente.
1b) No caso concreto deste conto, os protagonistas são crianças que se comportam como adultos, ou seja não são orfãos a viverem sozinhos numa cabana dos Alpes, mas sim crianças emancipadas e auto-suficientes a ganharem a vida como pastores, e a viverem uma vida de crescidos, tal como as crianças fantasiam.

2) Mítica e famosa cinematografia do bloco soviético, com câmara montada em cama de rede, barco, etc. filmada em dois takes, cada um com o cameraman de um ponto de vista de um personagem diferente. Cinematografia e encenação sempre original, criativa e diferente de filme para filme (não há aqui caso de "inspirado por" ou "homenagem a"), e por isso mais nenhum filme do mundo terá o bonito efeito de filmagem que irão ver no meu vídeo.

3) Realismo técnico de ausência de cenário (cameraman sentado no barco, etc.), vales e montanhas genuínos em segundo plano, etc.

4) Excelente realismo e profissionalismo de "casting", com óptimo desempenho das crianças protagonistas.



Já acabaram de ver até ao fim o meu vídeo? Em caso afirmativo leiam o meu comentário seguinte:

Espero que saibam dar valor e reconheçam o mérito do modelo inovador do cinema soviético, que por não ser comercial/estagnado e por não utilizar uma fórmula comercial previsível e repetitiva para agrado das massas, permitiu que eu criasse um vídeo de 8 minutos de duração, sem qualquer spoiler, em que ninguém desconfia qual será a cena marada e esquisita do cinema soviético, que o Zé (O Zé sou eu e não o realizador Jože, que parece ter o mesmo nome que eu) colocará em seguida, e que por isso talvez mantenha a curiosidade dos leitores em verem o meu vídeo até ao fim, visto que eu coloquei as melhores cenas no final. cheers

    Data/hora atual: Seg Jun 26 2017, 01:04