Forum de cinema fantástico.


Dúvidas do Zé da Adega

Compartilhe
avatar
Zé da Adega
Ultimate Zombie
Ultimate Zombie

Número de Mensagens : 568
Pontos : 1968
Data de inscrição : 26/12/2014

Dúvidas do Zé da Adega

Mensagem por Zé da Adega em Qua Maio 03 2017, 00:23

Dúvida nº 1

Em que secção do fórum posso perguntar algo do estilo "tropecei neste filme no IMDB/Wikipedia, alguem conhece a onda do filme ou conhece o realizador?"

Exemplo:

http://www.imdb.com/name/nm0407071/?ref_=tt_ov_dr

Quem é este caramelo espanhol Miguel Iglesias, que fez um filme de lobisomens de um tal de "Daninsky"? Sei que existe um membro do fórum com esse username, que deverá saber alguma coisa acerca deste realizador... rotfl

Dúvida nº 2

Para "atacar" (abordar) o meu tópico dos contos de folclore, fadas, tradicionais, tenho primeiro de preparar as rajadas de artilharia pesada... noutro fórum escrevi acerca de um filme do Juraz Herz, realizador hardcore que é conhecido no Xploited pelo filme "Cremator" que eu nunca vi:

Žabí král / Der Froschkönig (1991) - Juraz Herz



http://www.imdb.com/title/tt0101922/

Produção

Co-produção efectiva entre a República Socialista da Checoslováquia (imediatamente após a Revolução de Veludo) e a Alemanha (imediatamente após a queda do muro de Berlim).

Com financiamento de:

TVE (Espanha)
RAI 2 (Itália)
France 3 (França), em associação com a Films du Sabre (França)
ZDF (Alemanha)

A "Alemanha" que surge aqui corresponde ao estúdio Omnia Film de Munique, portanto da ex-RFA (Alemanha Ocidental), estúdio que contava na altura já com uma longa história de colaboração com o bloco soviético, que pode ser vista por exemplo no meu tópico do filme "Soľ nad zlato", de 1983.

A República Socialista da Checoslováquia que aqui surge, corresponde à parte eslovaca do país. Neste caso temos uma empresa privada designada por KIM Euromedia, empresa já falida sediada em Bratislava. Nesta altura (o copyright do filme é de 1990) já tinha ocorrido a Revolução de Veludo (queda da ditadura comunista na Checoslováquia).

On November 17, 1989 (International Students' Day), riot police suppressed a student demonstration in Prague.[2] That event sparked a series of demonstrations from November 19 to late December. By November 20, the number of protesters assembled in Prague grew from 200,000 the previous day to an estimated 500,000. A two-hour general strike involving all citizens of Czechoslovakia was held on November 27. On November 24, the entire top leadership of the Communist Party, including General Secretary Miloš Jakeš, resigned.

In response to the collapse of other Warsaw Pact governments and the increasing street protests, the Communist Party of Czechoslovakia announced on November 28 that it would relinquish power and dismantle the one-party state. Two days later, the legislature formally deleted the sections of the Constitution giving the Communists a monopoly of power. Barbed wire and other obstructions were removed from the border with West Germany and Austria in early December. On December 10, President Gustáv Husák appointed the first largely non-communist government in Czechoslovakia since 1948, and resigned. Alexander Dubček was elected speaker of the federal parliament on December 28 and Václav Havel the President of Czechoslovakia on December 29, 1989.

In June 1990, Czechoslovakia held its first democratic elections since 1946. (Wikipedia)

Neste período de transição, ocorre o colapso e extinção do "cinema de leste" (modelo soviético de cinema) na Checoslováquia, com o corte de fundos ao estúdio nacional Koliba de Bratislava, que seria privatizado em 1996.

Possivelmente a KIM Euromedia terá sido um esforço pelo cineasta Juraz Herz, para junto com a equipa maioritariamente checoslovaca, e com dinheiros de Espanha, França, Itália e Alemanha, criar um último grande filme do bloco de leste, tal como uma fragata que dispara uma última salva de canhão, ao afundar-se.

Trailer musical criado por mim

Um adeus bonito que o Juraj Herz faz ao cinema de leste, antes de ir trabalhar para a Áustria e Alemanha, países em que o cinema de leste era aclamado (como em toda a parte da Europa Ocidental, acho que só em Portugal existia o Black Out imposto pela direcção da RTP, numa forma doentia de fanatismo ideológico extremista, sem justificação, que manteve a minha geração na ignorância cultural, como podem constatar pelo financiamento da TVE, Rai 2 e Fr-3 a um filme do bloco soviético, ainda durante a guerra fria).



------------------------

Dúvidas:

Ok, aqui existe interesse no realizador, que era pioneiro checoslovaco nos mesmos temas e géneros de que este fórum trata, mas com qualidade. Depois existe a minha explicação da queda do modelo soviético de cinema (o governo deixou de financiar os estúdios nacionais), finalmente planeio usar este exemplo para demonstrar a estupidez do conceito Disney, que infantiliza contos de fadas, que originalmente são histórias de terror muito sérias.

Criei também um tópico nutro fórum, acerca dos contos de fadas da Cannon, onde escrevi:

Como sabem eu recentemente criei tópicos para o Estúdio Cannon e para o tema dos contos de fadas em geral.

Não conhecia este conceito de contos de fadas da Cannon, que descobri acidentalmente no You Tube, e decidi ver lá o filme "Hansel And Gretel" de 1987.

À partida irei elogiar o "Hansel And Gretel" no tópico da Cannon, mas irei trucidá-lo no tópico dos contos de fadas.

Tentarei explicar aqui o porquê, correndo o risco de agora ser mal interpretado, antes de um dia finalizar o que tenha a dizer sobre este assunto, nesses dois tópicos.

Tópico da Cannon

Enquanto produção norte-americana e/ou israelita, este "Hansel And Gretel" da Cannon tem qualidade cinematográfica muito alta, e próxima de uma produção Live-Action da Disney, mas sem alcançar o nível do "Black Hole" (ficção científica da Disney). A produção da Cannon supera a Walt Disney no aspecto dos personagens não se comportarem como imbecis e atrasados mentais. O filme da Disney "Black Hole" (1979) está tecnicamente ao nível do "Empire Strikes Back" (1980) e "Star Trek" (1979), mas se calhar ninguém fala nele por não suportar personagens imbecis e atrasadas mentais (eu já tinha falado dele aqui no fórum, elogiando as leis da física do buraco negro).

Tópico dos contos de fadas

Irei lamentar a escolha da versão puritana do conto, censurada na literatura do séc. XIX (muito antes da Disney começar a censurar os contos de fadas), que desrespeita a memória colectiva europeia do período em que surge o conto, onde havia grande fome, e o infanticídio e canibalismo estavam generalizados por toda a Europa (excepto na nossa Península Ibérica). Este conto mantém viva a memória desse período europeu, em que os pais matavam os seus filhos, e nalguns casos comiam as próprias crianças, e é importante não esquecer o passado, pela mesma razão de existirem museus do holocausto.

Irei falar desse período da história europeia, origem do conto, censura literária puritana no século XIX (também enfiavam lá referências religiosas, e depois não digam que eu sou eu exagerado quando associo o puritanismo à religião), etc. Irei elogiar o filme por ser fiel a essa versão (sem fórmula hollywoodesca), pois dou importância a isso, o problema é que calhou a versão puritana do conto. Não é tanto um problema da Cannon neste contexto.

Nem todo o cinema "infantil" americano é puritano e também falarei nesse tópico da longa metragem de animação dos anos 70 "Oliver Twist" (de grande violência e realismo), como bom exemplo norte-americano.

Noutros aspectos irei criticar o artificialismo e amadorismo generalizado do cinema americano, que estão aqui bem patentes.

Em resumo, pergunto onde melhor colocar esta informação no fórum, obviamente contos de fadas serão off-topic. Uma hipótese seria fazer copy paste para dentro do tópico dos contos de fadas e a outra seria criar tópico na secção off-topic... refiro-me ao filme "Žabí král / Der Froschkönig (1991)". Qual a vossa opinião? Question

    Data/hora atual: Sex Nov 24 2017, 12:41