Forum de cinema fantástico.


Ringul (1984) - Sergiu Nicolaescu

Compartilhe
avatar
Zé da Adega
Ultimate Zombie
Ultimate Zombie

Número de Mensagens : 568
Pontos : 1986
Data de inscrição : 26/12/2014

Ringul (1984) - Sergiu Nicolaescu

Mensagem por Zé da Adega em Sex Fev 12 2016, 19:34

Malta do Xploited:

Estive hoje a escrever isto no outro fórum (DVD Mania) em vários posts, enquanto criava vídeos e traduzia a informação romena para inglês. Eu acho que o pessoal do Xploited poderá achar graça a isto, pois temos um filme romeno da era soviética, estilo o "Rocky" com o Sylvester Stallone, em que o próprio realizador, que é também o actor principal, anda aos murros no ringue (o realizador tinha sido pugilista na juventude).

Outro factor engraçado para o pessoal do Xploited, será a música da intro, que é quase igual à música do filme "Zombi 3" (lembram-se da música?). Essa intro é muito insólita, com o realizador a guiar o camião TIR.

Só não meti isto naquele tópico do meu cantinho, porque isto é gigante. Se tiver feito mal em por isto no off-topic geral, avisem e movam isto para "o cantinho".


Observação: O título romeno significa "O Ringue de Boxe".



http://www.imdb.com/title/tt0133180/
https://en.wikipedia.org/wiki/The_Ring_%281985_film%29
https://ro.wikipedia.org/wiki/Ringul

Co-produção entre a Roménia e a R.F.A. (Alemanha Ocidental).

Sinopse

No ano de 1984, um camionista romeno, sobrevivente dos campos de concentração nazis, viaja no seu camião TIR da Iveco até à República Federal Alemã, onde descobre o oficial Untersturmführer Adolf Gebauer, das SS, condenado  por crimes contra a humanidade in absentia e fugitivo da justiça.

O camionista romeno, antigo pugilista, tinha sido usado como saco de pancada no campo de concentração, pelo pugilista alemão das SS, e quando vê a fotografia dele num cartaz de um evento de boxe, inscreve-se para se vingar e tentar matar o oficial nazi, com as próprias mãos.


Comentário

Este filme e do realizador romeno Sergiu Nicolaescu, que além de ser mundialmente consagrado como o realizador mais influente do cinema romeno, possuía a particularidade de protagonizar a personagem principal em muitos dos seus filmes, conforme eu já mostrei na minha crítica do filme dele "Mircea", em que ele protagoniza o avô do Drácula.

Eu criei um excerto da introdução, que considero excelente e óptimo exemplo do realismo e qualidade do cinema de leste, com o realizador e actor Sergiu Nicolaescu, a guiar um camião TIR, numa auto-estrada à chuva, enquanto bebe um café, em filmagem real sem truques de blue screens de Hollywood dos anos 80! Isto é de doidos! O homem bebe café, guia um camião à chuva, protagoniza o seu próprio filme, onde é realizador, e tudo ao mesmo tempo! Surprised    thumbsup

A condução é em condições reais, em troços movimentados da auto-estrada. Não se vai pedir à brigada de trânsito da GNR para "dar um jeitinho", pois isso seria "mau cinema" e contrário ao tal conceito do "realismo" do cinema de leste. Basketball


Ringul - intro from Clips do Zé on Vimeo.



Fotografia do realizador Sergiu Nicolaescu, tirada em 2009 (ele faleceu em Janeiro de 2013):



https://en.wikipedia.org/wiki/Sergiu_Nicolaescu

Nota: Mais vídeos e comentários numa próxima mensagem. Estou neste momento a traduzir informação romena do filme (o IMDB e wikipédia ingleses não dizem nada sobre o filme), e a preparar mais um ou outro clip.

---

O excerto que vou mostrar agora, é da reconstituição de um campo de concentração da Alemanha Nazi. No filme isto surge como um flashback a meio do combate de boxe.

Considero esta cena bem feita e impressionante para um filme de 1984.


Ringul - Campos de Concentração from Clips do Zé on Vimeo.



---

E finalmente, um combate de boxe, feito pelo mítico cinema de leste, cujo lutador é o próprio realizador, aqui aos 54 anos de idade.

Em comparação com o mítico/carismático filme Rocky, o cinema romeno não tem nada com que se envergonhar. Afinal o actor Sylvester Stallone é apenas uma vedeta de Hollywood e um "peso-pluma" de actor comparado com este "peso-pesado" do actor e realizador Sergiu Nicolaescu.

Observem a seriedade do cinema de leste, e a dedicação, paixão e amor pelo cinema, por parte dos actores, cameramen, e de toda a equipa, em que o objectivo era fazer o melhor filme possível, com a maior originalidade possível, e onde não existia o conceito de marketing e produtores executivos:


Ringul - Boxe from Clips do Zé on Vimeo.



Não estou a postular que as cenas de boxe deste filme, sejam superiores ao "Rocky", em todos os aspectos, até porque vi o "Rocky" há muito tempo e nem me lembro bem. Mas neste "Ringul" temos a carga psicológica e emocional de uma vítima dos campos de concentração, a vingar-se do oficial das SS, durante o combate, o que confere maior profundidade e intensidade à história do filme.

Mas noto que o realizador-actor fez um bom trabalho de preparação e ensaio, durante esta luta.

---

Notas e comentários

Este filme não possui legendas em nenhum idioma, e eu ainda só espreitei por alto a primeira metade do filme... a propósito, os três clips que criei são da primeira metade do filme, e embora eu tenha lido a tradução do wikipédia romeno, que sintetiza todo o enredo, não fiz qualquer spoiler no meu texto de sinopse ou nos vídeos que criei.

Este filme está de mão beijada no You Tube há quatro anos, mas tal como outros filmes excelentes da Ucrânia e Polónia, também disponíveis no You Tube e sem legendas existentes em qualquer idioma, eu fico muito triste... por não poder entender os filmes, pois não falo romeno, polaco ou ucraniano.

Eu fico triste, pois não se tratam de filmes banais, e antes pelo contrário, fico logo encantado com a qualidade e originalidade do audiovisual que vejo.

Tipicamente os filmes romenos como este, são vendidos com o jornal por cerca de 1,90€, na Roménia, e apenas na Roménia, sem qualquer tipo de edição DVD legendada para exportação.

Mas como este filme é muito bonito e interessante visualmente, vou brevemente tentar vê-lo sem legendas, pois já li a tradução do wikipédia romeno, que descreve o enredo, que servirá de "libretto" (os espectadores das óperas não percebem nada do que se está a cantar, e por isso têm um livrinho, chamado libretto, que explica o enredo da história).

De qualquer modo, mesmo sem nenhumas legendas, aqueles três vídeos que criei e mostrei, são muito interessantes e intuitivos... não é preciso legendas para apreciar aquele combate de boxe.

    Data/hora atual: Ter Dez 12 2017, 10:17