Forum de cinema fantástico.


Leptirica (1973) - Đorđe Kadijević [Filme proibido por causar a morte a um espectador]

Compartilhe
avatar
Zé da Adega
Ultimate Zombie
Ultimate Zombie

Número de Mensagens : 568
Pontos : 1964
Data de inscrição : 26/12/2014

Leptirica (1973) - Đorđe Kadijević [Filme proibido por causar a morte a um espectador]

Mensagem por Zé da Adega em Qua Jul 15 2015, 00:28

Observação: Texto de 2013, com update oficial da Televisão Sérvia no final do texto, que escrevi hoje (digitalizaram a bobine no mês passado).

Leptirica



Título original: Leptirica
Data de lançamento: 15 de Abril de 1973 (Jugoslávia)
Realizador: Đorđe Kadijević
Género(s): Terror, Histórico, Drama
Duração: 63 min
IMDB: http://www.imdb.com/title/tt0200800/
Wikipédia: http://en.wikipedia.org/wiki/Leptirica


Sinopse:

Adaptação do clássico de Literatura de 1880 Posle devedest godina (Após Noventa Anos), do célebre e influente escritor sérvio Milovan Glišić. Trata-se de um conto baseado no folklore e lendas da Europa de Leste, com a acção situada na Sérvia do início do século XIX. A Leptirica goza actualmente de estatuto de filme de culto, tratando-se de um filme envolto em polémica e contornos macabros, com origem na morte por susto de um espectador em 1973, e fortemente criticado pela então imprensa soviética, que o acusou de ser um "filme terrorista". Segundo consta, a bobine original do filme encontra-se trancada nos arquivos da Rádio-Televisão de Belgrado, inacessível até para o próprio realizador. As cópias que existem têm origem em gravações domésticas de cassetes VHS, obtidas na 2ª e última(?) transmissão pela referida empresa de televisão, na década de 1980.


Trailer amador:




Curiosidades:


Escritor Milovan Glišić (1847 – 1908)

http://en.wikipedia.org/wiki/Milovan_Gli%C5%A1i%C4%87

Vulkodlak: (def.) Substantivo sérvio usado igualmente para definir lobisomem ou vampiro.  Surprised



Temos aqui um "filme terrorista" muito curioso da Jugoslávia. A Leptirica não precisa do género terror ou de toda a polémica, que ainda permanece à sua volta, para ser um bom filme, que embora simples, faz uma interessante reconstituição histórica da Sérvia do início do século XIX.

Irei dedicar o final deste texto à questão do tele-espectador que morreu de medo, e a minha impressão pessoal da cena assustadora, mas adianto já que a questão é legítima, porque o cinema de Leste não joga com as mesmas regras dos filmes de terror asiáticos ou norte-americanos.



Essencialmente isto é um conto. No folklore português, os contos tradicionais não são muito assustadores, devido ao nosso clima, sol e paisagem, mas têm muita vigarice e pessoas a passarem fome (conto da Sopa da Pedra). A Irlanda tem os duendes e a Europa de Leste os vampiros e lobisomens.

Este conto é anterior ao livro do Drácula, que o escritor irlandês Bram Stoker escreveu em 1897, sendo o conto sérvio Após Noventa Anos, baseado ele próprio em lendas muito antigas da Europa de Leste. A indústria de cinema ocidental criou uma imagem de vampiro baseada no livro irlandês do Bram Stoker, mas ele próprio já vinha "martelado", com a associação ao Vovóide (uma espécie de príncipe) da Valáquia Vlad, o Impalador:


Vlad III, Príncipe da Valáquia (1431-1476)

A Leptirica irá assim dar um primeiro contacto aos cinéfilos portugueses, com o conceito de vampiro, da região genuína de onde ele surgiu. Estou a jogar com o factor curiosidade dos leitores.  Laughing



Este é um filme simples, com muito pouco orçamento, mas feito com gosto e profissionalismo. Mais uma vez posso referir o conceito de Realismo Cinematográfico do Cinema de Leste, as personagens, diálogos, actores, guarda-roupa e cenários, são bem convincentes de como as pessoas se comportavam e viviam à 200 anos atrás, por exemplo a actriz de que mais gostei de ver o desempenho, foi a velhinha da imagem seguinte:



Aqui não há o conceito de estrela de Hollywood, foram buscar uma velhinha, para se comportar como velhinha. Esta "actriz" está de parabéns. Mais outra imagem:



O filme tem algum humor, que eu adorei. Mas não confundir com o género comédia, que o filme não contém. Quando refiro humor, imaginem os contos tradicionais portugueses, com uma ou outra cena engraçada lá pelo meio, que nunca fica fora de prazo.

No caso desta velhinha, ela é surda e meio caquética, o que provoca uma situação engraçada, mas de forma natural, credível e realista.

Outro exemplo é o da imagem seguinte:



O que é que se passa aqui?  :-D Ora bem, o cavalo recusava-se a andar, e o personagem da imagem acima bate-lhe com um pau nos testículos. Reparem como os actores estão bem dispostos a divertir-se com a cena. Eu sinceramente não sei se esta técnica esquecida no tempo, não resultará de consultadoria histórica... isto não se vê nos filmes de Hollywood!  Laughing



Conforme prometido, irei agora falar da cena assustadora, mas volto a frisar que o filme não precisa do terror para ter qualidade.

Se a cena é assustadora ou não, isso é imprevisível, e varia de pessoa para pessoa. Em 1973, o filme foi transmitido às 11 da manhã, no horário de programação infantil, as pessoas julgavam que era um conto de fadas, e afinal não era. O realizador teve grandes problemas profissionais por causa deste filme.

Eu vou explicar aqui uma coisa, os filmes de terror japoneses e americanos, jogam muito com a faixa audio, e variações bruscas de volume. Se tirarem o som aos filmes de terror dos países referidos, se calhar deixam de meter medo. Este filme jugoslavo não recorre a essas técnicas do som, o Leptirica tenta jogar com os instintos primordiais do homem, ao mostrar uma criatura que não se comporta como um super-herói com super-poderes dos monstros de Hollywood, mas de forma mais natural semelhante a um predator da natureza, como por exemplo um leão a matar uma presa.

Na primeira vez que vi a tal cena fiquei um pouco nervoso e surpreendido, não estava mesmo nada à espera. Mas o efeito surpresa se funcionar, é só na primeira vizualização. Se não funcionar não faz mal, porque o filme já tem as outras qualidades que referi.



Update oficial do filme em 2015

Reparei que o meu excerto no You Tube foi recentemente "proibido em todas as nações do planeta Terra", conforme a imagem seguinte que capturei da minha conta:



Fui investigar e a TV da ex-Jugoslávia que produziu este filme, juntou-se ao grupo de países que partilham filmes gratuitamente no You Tube.

A TV em questão é a RTS (em alfabeto romano) ou PTC (em alfabeto nativo cirílico) da Sérvia:

Site oficial: http://www.rts.rs/

Isto é uma boa notícia porque finalmente digitalizaram a velha bobine, que esteve trancada nos cofres da TV Belgrado durante décadas (porque morreu um homem ao ver o filme). Até agora só existiam gravações televisivas caseiras em cassete VHS, gravadas na Jugoslávia em 1983, data da última transmissão.

Aqui está a digitalização da bobine não-restaurada, publicada no You Tube, em 26/06/2015 no canal oficial da RTS:



A versão oficial não possui legendas, pelo que terão de adicionar as legendas "fan-made" inglesas à versão do You Tube.

Embora o meu excerto de dois minutos tenha sido bloqueado pela RTS, a empresa teve o bom senso de não bloquear o trailer fan-made que utilizei na ficha técnica, o que me parece bem. Devido a isso movi o meu excerto para o Vimeo:

Leptirica (1973) - Yugoslav terror/vampire film from Clips do Zé on Vimeo.



O excerto acima é da tal cassete VHS (com imagem borrada), inferior à versão oficial publicada no You Tube, no mês passado. Acho que foi com esta cena que morreu um homem.    Surprised

Este filme de culto merece uma espreitadela e o trabalho de juntar as legendas fan-made ao stream do You Tube, com o VLC + Firefox Download Helper plugin, desta forma a RTS recebe dinheiro pelas visualizações, que caso contrário quem não fala sérvio não poderia ver o filme no canal oficial.

    Data/hora atual: Seg Nov 20 2017, 07:47